Conheça os esportes mais radicais e perigosos do mundo



Sangue frio certamente é uma das habilidades dessas pessoas. Não é para qualquer um vivenciar esses esportes extremamente radicais. Uns até tem o risco de morte. Alguns deles são tão perigosos que dizem que equivalem a o mesmo risco de ir para uma guerra. Mas não somos ninguém para julgá-los, cada louco com a sua loucura, não é mesmo? Confira os 10 esportes radicais mais perigosos do mundo:
1. Wing Walking

O esporte consiste em andar sobre as asas de um avião durante o voo. Algumas pessoas arriscam manobras como: plantar bananeira e pendurar-se usando apenas os dentes. O negócio fica perigoso quando alguém tenta largar de onde está segurando e ficar sem nenhuma segurança. O paraquedas só é acionado no último instante.

3814_1

2. Big Wave Surf

O surfista, diferente dos normais, é lançado de um helicóptero no meio do mar, aonde as ondas chegam até 15 metros. Ele se torna perigoso quando o surfista cai de mau jeito do helicóptero e fica muito suscetível a afogamentos.

mark-visser

3. Free Style Motocross

Diferente dos outros estilos, isso não é uma corrida, e sim um show onde os motoqueiros fazem manobras perigosíssimas para um júri. A parte perigosa é que os equipamentos são protegem tanto quanto deveriam.

2012-bizouard-tops-mannheim-freestyle-motocross-5

4. Street Luge

É uma corrida onde o praticante deita em um skate gigante, de costas ou de bruços e se inclina para dar velocidade e direção. O problema é que o carrinho não tem freio, e pode chegar até 100 km/h. Ai o controle pode ficar um pouco difícil.

45308738-Street-Luging-Extreme-Sports-Costs

5. Heli-Skiing

A descrição do esporte fala por si só. O praticante é levado ao topo de uma montanha inacessível, e tem que descer de lá esquiando. Sem pista, sem sinalização e sem conhecer o terreno.

Heli-Skiing

6. Base Jump

É simples, quem pratica esse esporte tem que pular de um ponto estático muito alto, como um prédio, uma antena, uma montanha ou até uma ponte. É claro que ele pula com um paraquedas, o problema é que se o vento estiver fraco ou o pulo não for forte, o paraquedas pode abrir muito perto de onde ele pulou.

base-jumping-tpurism-on-the-edge12

7. Sky Surfing

Praticamente igual ao paraquedismo, porém, tem uma prancha presas aos pés para realizar acrobacias. A parte perigosa é a que a prancha tende a ficar por cima, dificultando a abertura do paraquedas.

5fe287e0b3f76442dd65b8ed6e7aa5e9

8. Montaria em Touro

É muito comum a prática desse esporte em vários países, inclusive no Brasil. O peão tem que ficar 8 segundos no lombo de um touro. Os riscos de o peão cair e ser pisoteado e chifrado são muito grandes.

FT1310131997_1

9. Paraquedismo

Realmente, perto dos outros esportes, esse parece o mais simples. É só pular, aproveitar e abrir o paraquedas. O problema é que às vezes nenhum dos dois paraquedas abre.

53

10. Rafting

É simples, trata-se apenas de descer em um rio com corredeiras fortes em um bote. Ele fica mais perigoso apenas em percursos difíceis, chamados de grau 6. Nesse grau, a velocidade da corrente é muito forte e existem muitas pedras no caminho.

ayung-rafting